CABOS DE INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE

Os cabos Montsinal são indicados para uso em circuitos de controle e sinalização eletrônica, equipamentos e automação de processos em geral para tensões até 300 V entre condutores.

Os cabos Montcontrol são indicados para uso em e circuitos de controle, comando de equipamentos elétricos em geral, em instalações fixas ou móveis.

Os cabos Profibus PA da Amphenol são indicados para uso em automação de processos.

CATEGORIA: MONTSINAL

CABO DE INSTRUMENTAÇÃO COM BLINDAGEM COLETIVA E TRANÇA DE COBRE NÚ

Formação: Condutores formados por fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento, encordoamento classe 2 conforme NM-280, solados com composto de PVC ou PE atendendo a NBR-6251, nas cores, preto e branco para pares e preto, branco e vermelho para ternas,  identificação dos pares/ternas através de numeração sequencial do nº 1 ao nº N, as veias são torcidas formando os pares/ternas com passos de acordo com a NBR10300, separados por fita não higroscópica, condutor dreno de fios de cobre estanhado, blindagem de fita alumínio/poliéster formando o núcleo, sobre o núcleo é aplicada uma blindagem com trança de fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento com cobertura mínima de 65%, revestimento externo em PVC, com condutor de comunicação (opcional) de fios de cobre estanhado, isolado com composto de PVC azul localizado no núcleo do cabo.

Norma aplicável: ABNT NBR 10300.

CABO DE INSTRUMENTAÇÃO COM BLINDAGEM COLETIVA E TRANÇA DE COBRE ESTANHADO

Formação: Condutores formados por fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento, encordoamento classe 2 conforme NBR-NM-280, isolados com composto de PVC, ou PE atendendo a NBR-6251, nas cores, preto e branco para pares e preto, branco e vermelho para ternas, identificação dos pares/ternas através de numeração sequencial do nº 1 ao nº N, as veias são torcidas formando os pares/ternas com passos de acordo com a NBR10300, separados por fita não higroscópica, condutor dreno de fios de cobre estanhado, blindagem de fita alumínio/poliéster formando o núcleo, sobre o núcleo é aplicada uma blindagem com trança de fios de cobre estanhado com cobertura mínima de 65%, revestimento externo em PVC, com condutor de comunicação (opcional) de fios de cobre estanhado, isolado com composto de PVC azul localizado no núcleo do cabo.

Norma aplicável: ABNT NBR 10300.

CABO DE INSTRUMENTAÇÃO COM BLINDAGEM COLETIVA

Formação: Condutores formados por fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento, encordoamento classe 2 conforme NBR-NM-280, isolados com composto de PVC ou PE atendendo a NBR-6251, nas cores, preto e branco para pares e preto, branco e vermelho para ternas, identificação dos pares/ternas através de numeração sequencial do nº 1 ao nº N, as veias são torcidas formando os pares/ternas com passos de acordo com a NBR10300, reunião dos pares/ternas separados por fita não higroscópica, condutor dreno de fios de cobre estanhado, blindagem de fita alumínio/poliéster, revestimento externo em PVC, com condutor de comunicação (opcional) de fios de cobre estanhado, isolado com composto de PVC azul localizado no núcleo do cabo.

Norma aplicável: ABNT NBR 10300.

CABO DE INSTRUMENTAÇÃO COM BLINDAGEM INDIVIDUAL

Formação: Condutores formados por fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento, encordoamento classe 2 conforme NBR-NM-280, isolados com composto de PVC ou PE atendendo a NBR-6251, nas cores, preto e branco para pares e preto, branco e vermelho para ternas, identificação dos pares/ternas através de numeração sequencial do nº 1 ao nº N, as veias são torcidas formando os pares/ternas com passos de acordo com a NBR10300, separados por fita não higroscópica, condutor dreno de fios de cobre estanhado, blindagem de fita alumínio/poliéster formando o par/terna blindado, reunião dos pares blindados separados por fita não higroscópica formando o núcleo, revestimento externo em PVC, com condutor de comunicação (opcional) de fios de cobre estanhado, isolado com composto de PVC azul localizado no núcleo do cabo.

Norma aplicável: ABNT NBR 10300.

CABO DE INSTRUMENTAÇÃO COM BLINDAGEM INDIVIDUAL E COLETIVA COM TRANÇA DE COBRE ESTANHADO

Formação: Condutores formados por fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento, encordoamento classe 2 conforme NBR-NM-280, isolados com composto de PVC ou PE atendendo a NBR-6251, nas cores, preto e branco para pares e preto, branco e vermelho para ternas, identificação dos pares/ternas através de numeração sequencial do nº 1 ao nº N, as veias são torcidas formando os pares/ternas com passos de acordo com a NBR10300, separados por fita não higroscópica, condutor dreno de fios de cobre estanhado, blindagem de fita alumínio/poliéster formando o par/terna blindado, reunião dos pares/ternas blindados separados por fita não higroscópica condutor dreno de fios de cobre estanhado, blindagem de fita alumínio/poliéster formando o núcleo, sobre o núcleo é aplicada uma blindagem com trança de fios de cobre estanhado com cobertura mínima de 65%, revestimento externo em PVC, com condutor de comunicação (opcional) de fios de cobre estanhado, isolado com composto de PVC azul localizado no núcleo do cabo.

Norma aplicável: ABNT NBR 10300.

CABO DE INSTRUMENTAÇÃO COM BLINDAGEM INDIVIDUAL E COLETIVA COM TRANÇA DE COBRE NÚ

Formação: Condutores formados por fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento, encordoamento classe 2 conforme NBR-NM-280, isolados com composto de PVC ou PE atendendo a NBR-6251, nas cores, preto e branco para pares e preto, branco e vermelho para ternas, identificação dos pares/ternas através de numeração sequencial do nº 1 ao nº N, as veias são torcidas formando os pares/ternas com passos de acordo com a NBR10300, separados por fita não higroscópica, condutor dreno de fios de cobre estanhado, blindagem de fita alumínio/poliéster formando o par/terna blindado, reunião dos pares blindados separados por fita não higroscópica condutor dreno de fios de cobre estanhado, blindagem de fita alumínio/poliéster formando o núcleo, sobre o núcleo é aplicada uma blindagem com trança de fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento com cobertura mínima de 65%, revestimento externo em PVC, com condutor de comunicação (opcional) de fios de cobre estanhado, isolado com composto de PVC azul localizado no núcleo do cabo.

Norma aplicável: ABNT NBR 10300.

CABO DE INSTRUMENTAÇÃO COM BLINDAGEM INDIVIDUAL E COLETIVA

Formação: Condutores formados por fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento, encordoamento classe 2 conforme NBR-NM-280, isolados com composto de PVC ou PE atendendo a NBR-6251, nas cores, preto e branco para pares e preto, branco e vermelho para ternas, identificação dos pares/ternas através de numeração sequencial do nº 1 ao nº N, as veias são torcidas formando os pares/ternas com passos de acordo com a NBR10300, separados por fita não higroscópica, condutor dreno de fios de cobre estanhado, blindagem de fita alumínio/poliéster formando o par/terna blindado, reunião dos pares/ternas blindados separados por fita não higroscópica, condutor dreno de fios de cobre estanhado, blindagem de fita alumínio/poliéster, revestimento externo em PVC, com condutor de comunicação (opcional) de fios de cobre estanhado, isolado com composto de PVC azul localizado no núcleo do cabo.

Norma aplicável: ABNT NBR 10300.

CABO DE INSTRUMENTAÇÃO COM BLINDAGEM INDIVIDUAL E TRANÇA DE COBRE ESTANHADO

Formação: Condutores formados por fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento, encordoamento classe 2 conforme NBR-NM-280, isolados com composto de PVC ou PE atendendo a NBR-6251, nas cores, preto e branco para pares e preto, branco e vermelho para ternas, identificação dos pares/ternas através de numeração sequencial do nº 1 ao nº N, as veias são torcidas formando os pares/ternas com passos de acordo com a NBR10300, separados por fita não higroscópica, condutor dreno de fios de cobre estanhado, blindagem de fita alumínio/poliéster formando o par/terna blindado, reunião dos pares/ternas blindados separados por fita não higroscópica formando o núcleo, sobre o núcleo é aplicada uma blindagem com trança de fios de cobre estanhado com cobertura mínima de 85%, revestimento externo em PVC, com condutor de comunicação (opcional) de fios de cobre estanhado, isolado com composto de PVC azul localizado no núcleo do cabo.

Norma aplicável: ABNT NBR 10300.

CABO DE INSTRUMENTAÇÃO SEM BLINDAGEM

Formação: Condutores formados por fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento, encordoamento classe 2 conforme NBR-NM-280, isolados com composto de PVC ou PE atendendo a NBR-6251, nas cores, preto e branco para pares e preto, branco e vermelho para ternas, identificação dos pares/ternas através de numeração sequencial do nº 1 ao nº N, as veias são torcidas formando os pares/ternas com passos de acordo com a NBR10300, separados por fita não higroscópica, formando o núcleo, revestimento externo em PVC, com condutor de comunicação (opcional) de fios de cobre estanhado, isolado com composto de PVC azul localizado no núcleo do cabo.

Norma aplicável: ABNT NBR 10300.

CABO DE INSTRUMENTAÇÃO COM BLINDAGEM INDIVIDUAL E TRANÇA DE COBRE NÚ

Formação: Condutores formados por fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento, encordoamento classe 2 conforme NBR-NM-280, isolados com composto de PVC ou PE atendendo a NBR-6251, nas cores, preto e branco para pares e preto, branco e vermelho para ternas, identificação dos pares/ternas através de numeração sequencial do nº 1 ao nº N, as veias são torcidas formando os pares/ternas com passos de acordo com a NBR10300, separados por fita não higroscópica, condutor dreno de fios de cobre estanhado, blindagem de fita alumínio/poliéster formando o par/terna blindado, reunião dos pares blindados separados por fita não higroscópica formando o núcleo, sobre o núcleo é aplicada uma blindagem com trança de fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento com cobertura mínima de 85%, revestimento externo em PVC, com condutor de comunicação (opcional) de fios de cobre estanhado, isolado com composto de PVC azul localizado no núcleo do cabo.

Norma aplicável: ABNT NBR 10300.

CATEGORIA: MONTCONTROL

CABO DE CONTROLE BLINDADO COM FITA DE POLIÉSTER ALUMINIZADA

Formação: Condutores formados por fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento, encordoamento classe 2 para tensão de isolamento de 0,5 kV e bitola de até 1,00 mm² e classe 5 para tensão de isolamento de 1 kV e bitola de até 10,00 mm² conforme NBR-NM-280, isolados com composto de PVC ou PE atendendo a NBR-6251, identificação dos condutores através de numeração sequencial do nº 1 ao nº N, as veias são torcidas com passos de acordo com a NBR-7289, separados por fita não higroscópica, formando o núcleo, sobre o núcleo é aplicada uma blindagem com fita de
poliéster aluminizada e fio dreno de fios de cobre estanhado, revestimento externo em PVC ou PE.

Norma aplicável: ABNT NBR 7289.

CABO DE CONTROLE BLINDADO COM TRANÇA DE COBRE ESTANHADO

Formação: Condutores formados por fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento, encordoamento classe 2 para tensão de isolamento de 0,5 kV e classe 5 para tensão de isolamento de 1 kV conforme NBR-NM-280, isolados com composto de PVC ou PE atendendo a NBR-6251, identificação dos condutores através de numeração sequencial do nº 1 ao nº N, as veias são torcidas com passos de acordo com a NBR-7289, separados por fita não higroscópica, formando o núcleo, sobre o núcleo é aplicada uma blindagem com trança de fios de cobre estanhado com cobertura mínima de 85%, revestimento externo em PVC ou PE.

Norma aplicável: ABNT NBR 7289.

CABO DE CONTROLE BLINDADO COM TRANÇA DE COBRE NÚ

Formação: Condutores formados por fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento, encordoamento classe 2 para tensão de isolamento de 0,5 kV e classe 5 para tensão de isolamento de 1 kV conforme NBR-NM-280, isolados com composto de PVC ou PE atendendo a NBR-6251, identificação dos condutores através de numeração sequencial do nº 1 ao nº N, as veias são torcidas com passos de acordo com a NBR-7289, separados
por fita não higroscópica, formando o núcleo, sobre o núcleo é aplicada uma blindagem com trança de fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento com cobertura mínima de 85%, revestimento externo em PVC ou PE.

Norma aplicável: ABNT NBR 7289.

CABO DE CONTROLE SEM BLINDAGEM

Formação: Condutores formados por fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento, encordoamento classe 2 para tensão de isolamento de 0,5 kV e classe 5 para tensão de isolamento de 1 kV conforme NBR-NM-280, isolados com composto de PVC ou PE atendendo a NBR-6251, identificação dos condutores através de numeração sequencial do nº 1 ao nº N, as veias são torcidas com passos de acordo com a NBR-7289, separados por fita não higroscópica, formando o núcleo, revestimento externo em PVC ou PE.

Norma aplicável: ABNT NBR 7289.

CATEGORIA: PROTOCOLOS DE COMUNICAÇÃO

PROFIBUS PA

Formação: Condutores formados por fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento, isolados com polietileno termoplástico expanso (PEC), as veias são torcidas formando os pares, condutor dreno de fios de cobre estanhado, blindagem de fita alumínio/poliéster e trança de fios de cobre estanhado com cobertura mínima de 60% revestimento externo em PVC. Capa laranja para uso geral e azul para aplicações em segurança intrínseca

Norma aplicável: IEC61158-2

PROFIBUS DP

Formação: Condutores formados por fios de cobre eletrolítico, têmpera mole, sem revestimento, isolados com polietileno termoplástico sólido, as veias são torcidas formando os pares, condutor dreno de fios de cobre estanhado, blindagem de fita alumínio/poliéster e trança de fios de cobre estanhado com cobertura mínima de 60% revestimento externo em PVC. Capa violeta para uso geral e azul para aplicações em segurança intrínseca.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Amphenol na INTERSOLAR 2019

julho 19th, 2019|1 Comment

PARTICIPE NO EVENTO SOLAR MAIS CONCORRIDO DA AMÉRICA DO SUL EM AGOSTO DE 2019, EM SÃO PAULO A maior feira e congresso da América Latina para o setor solar enfoca as áreas de [...]